Ir para o conteúdo principal

Perguntas e respostas pós-aquisição — Apdata

A Apdata foi fundada em 1984 por Manoel José da Rocha e Luiza Nizoli. Com sede em São Paulo, a Apdata oferece uma solução completa para Gestão de Capital Humano, serviços de terceirização inteligente e de consultoria de processos de RH. A empresa trabalha no desenvolvimento de soluções integradas, flexíveis e automatizadas em tecnologia e terceirização para RH.

Reunimo-nos com os proprietários, Manoel e Luiza, para discutir o processo de aquisição e pós-aquisição da Apdata.

Contem-nos um pouco sobre vocês.

Luiza e eu começamos nossa empresa em 1984 sem empréstimos ou financiamento bancário. Desde o início, fui responsável pelo aspecto de Desenvolvimento de Sistemas do negócio, enquanto Luiza, que tinha experiência administrativa e jurídica, desenvolveu as equipes comerciais e administrativas. Agora temos um time de mais de 400 funcionários em nossos escritórios localizados em Campinas, no Rio de Janeiro e em Orlando, no estado americano da Flórida.
 

Como você foi apresentado à Volaris e qual foi a primeira impressão que você teve de nós?

Quando conhecemos a Volaris, já tínhamos estado em contato com seis outras empresas interessadas em comprar a Apdata. Após a primeira ligação, sentimos que havia muitas sinergias entre nossas empresas, especialmente devido ao amplo conhecimento da Volaris no setor de tecnologia.

Um mês depois, nos encontramos com o Sr. John Hines, um gerente sênior de portfólio da equipe da Volaris. Luiza e eu ficamos impressionados com a postura e o profissionalismo do Sr. Hines e de toda a equipe do Grupo Volaris. Isso nos deu total confiança para continuar com a Volaris e para nomeá-la uma de nossas empresas preferidas com as quais prosseguir com a aquisição.
 

O que você procurava em um comprador?

Procurávamos um comprador que estivesse interessado na Apdata indefinidamente. Não estávamos interessados em um comprado que quisesse mudar a identidade da organização. Mais especificamente, queríamos alguém que:

  • Mantivesse e continuasse a investir no nosso renomado produto, o Global Antares (GA)
  • Nos desse a oportunidade de continuar crescendo com mais velocidade e investimentos
  • Oferecesse aos nossos funcionários oportunidades de crescer dentro da organização. Também queríamos garantir os cargos dos nossos diretores no futuro, já que muitos deles dedicaram anos a nos apoiar.
     

Quais foram suas principais razões para vender?

Queríamos dar ao nosso negócio, bem como à nossa equipe e aos filhos envolvidos, a oportunidade de continuar crescendo a longo prazo. Com o tempo, sentimos que a propriedade familiar não permitia que a empresa crescesse até sua capacidade total devido ao tamanho e complexidade do negócio. Sempre acreditamos no potencial da empresa de se tornar uma das maiores do mundo em Gestão de Pessoas. Para alcançar esse objetivo e crescer em um ritmo acelerado, precisaríamos de um investidor.
 

Quão satisfeitos você e sua equipe de liderança estão com a integração?

Como você pode imaginar, o processo de aquisição impôs algumas inseguranças a nós mesmos e à equipe. Um fator muito importante para o sucesso de qualquer aquisição é o respeito e a transparência de ambos os lados, especialmente com o corpo administrativo e com toda a equipe. Sempre tivemos uma relação de confiança com a Volaris e eles sempre nos apoiaram totalmente.

Os líderes comerciais estiveram envolvidos com o processo do início ao fim, sempre buscando nosso objetivo de crescer e manter os clientes felizes. Eles trabalham conosco com um forte espírito de equipe e acreditam que a Apdata continuará a crescer e que terá muitas oportunidades futuras.
 

Como é a vida agora, um ano depois da aquisição?

O aspecto mais positivo da aquisição é que a nossa independência foi plenamente mantida. Agora temos um método mais estruturado de planejamento para o futuro e monitoramento dos resultados da organização através de várias métricas que ajudam a gerar enorme visibilidade. Além disso, a Volaris nos permite expandir nossos negócios apoiados por uma empresa internacionalmente reconhecida e experiente em nosso segmento. Isso gera um enorme ganho em produtividade e assertividade.
 

De que forma a relação com seus clientes e funcionários mudou após a aquisição?

Nossos clientes expressaram enorme satisfação e apoio quando anunciamos que nos tornaríamos uma empresa multinacional, pertencente a um grupo canadense muito forte. Nossos funcionários, apesar das apreensões sobre a venda da Apdata, mantiveram a motivação e uma atitude positiva ao longo do processo de aquisição.
 

Quais oportunidades de desenvolvimento de talentos você vê para si mesmo e para a sua equipe dentro do grupo?

Em primeiro lugar, estamos investindo fortemente na língua inglesa, visando uma melhor comunicação dentro e fora da organização. Agora temos novas técnicas de gestão para todo o conselho de administração e coordenadores e treinamento avançado para melhor apoiar nossos clientes. Além disso, temos a oportunidade de contribuir com os processos de fusões e aquisições da Volaris e de compartilhar conhecimentos e melhores práticas com outros grupos dentro da organização.
 

Se você tivesse que falar com outro gestor profissional sobre vender ao Grupo Volaris, o que você diria?

Nós certamente diríamos que a Volaris é a empresa ideal para você crescer e expandir seus negócios, devido à sua filosofia de comprar e manter para sempre. Desde a aquisição, a Volaris cumpriu os compromissos acordados. A Volaris é, sem dúvida, a melhor opção se você acredita no seu próprio negócio. Se tivéssemos que escolher uma empresa para adquirir a Apdata novamente, faríamos a mesma escolha.

Rolar para o topo