Ir para o conteúdo principal

O trabalho remoto é capaz de transformar o engajamento dos funcionários na sua empresa?

Desde políticas de trabalho remoto inovadoras até a adoção de novas práticas de contratação, analisamos com nossos líderes as lições aprendidas durante a pandemia

Ao longo do ano passado, a pandemia forçou dezenas de milhões de funcionários em todo o mundo a adotar trabalho remoto, de acordo com um número citado pela McKinsey. Para muitas empresas, inclusive a Volaris, essas modificações emergenciais no trabalho serviram como prova de que havia a necessidade de implementar mudanças permanentes que durariam além da pandemia. Elas não estão sozinhas – as principais empresas de tecnologia, incluindo Shopify, Google e OpenText têm acordos de trabalho flexíveis para permitir que alguns funcionários trabalhem de casa permanentemente.

A Portfolio+ e a Andar Software, duas empresas de software de mercado vertical da Volaris, compartilham seus insights sobre como o trabalho remoto pode ajudar a construir resiliência nas operações da empresa e como eles mantêm os funcionários engajados.

Renovando as políticas de trabalho remoto

Em março de 2020, a CEO da Portfolio+, Dianne Cupples, enfrentava a mesma situação com a qual muitos líderes empresariais se depararam na época: como transferir rapidamente seus funcionários para o trabalho remoto.

Hoje, a equipe de Cupples trabalha em casa, mas, de acordo com a executiva, o ajuste não foi imediato: “Todos nós estávamos experimentando rupturas como indivíduos, como empresas, mas também como uma sociedade. As pessoas estavam passando por um período extremamente difícil, e nós precisávamos primeiro trabalhar com elas para adicionar flexibilidade à sua vida profissional e apoiá-las através deste desafio coletivo.”

“Todos nós temos vidas fora do trabalho, e estamos tentando encontrar um equilíbrio durante este momento incomum... Cabe a nós, como líderes, apoiar e cuidar de nossa equipe. “

—Dianne Cupples, CEO, Portfólio+

À medida que o esquema de home office continuava por vários meses, Cupples percebeu que alguns membros da equipe não iriam querer voltar ao antigo modo de trabalho. Em meados de 2020, Cupples conversou com os funcionários para se certificar de que eles estavam recebendo o apoio necessário e saber se tinham encontrado pontos positivos no trabalho longe do escritório.

“Cerca de 30% dos membros da nossa equipe disseram que preferiam ir ao escritório apenas uma a três vezes por semana. A maioria dos funcionários indicou que adoraria continuar a trabalhar remotamente, a menos que precisassem estar presentes pessoalmente para colaborar em um projeto ou solução.”

Esse feedback foi suficiente para que Cupples começasse a criar a uma nova política de trabalho remoto mais flexível. A nova estrutura reforça uma cultura de comprometimento, independentemente do local — responsabilizando os funcionários pelo seu trabalho, não por onde o fazem. A empresa está adotando uma abordagem híbrida, na qual os funcionários podem trabalhar em casa, ao mesmo tempo que a Portfolio+ manterá seu escritório para reuniões, colaboração flexível ou simplesmente para aqueles que preferem continuar frequentando o espaço como local de trabalho.

Deixando ir de um escritório físico

Enquanto isso, na Andar Software, Harry Veening enfrentou sua primeira grande decisão como gerente geral. Ele foi integrado remotamente durante a pandemia, e suas equipes já estavam trabalhando há cerca de um ano sem pisar no escritório da empresa, com sede em Markham, Ontário, no Canadá. A locação da Andar estava para ser renovada e Veening teve que tomar uma decisão difícil.

“Exploramos uma variedade de opções, como compartilhar o espaço com outras empresas e encontrar uma casa nova e mais flexível para os funcionários que queriam voltar a uma mesa permanente”, diz Veening. “Mas nada parecia se encaixar com a próxima etapa da história da nossa empresa.”

Depois de muito pensamento e discussão, Veening decidiu não renovar o aluguel, em vez disso abraçando a oportunidade de repensar o local de trabalho. Para Veening, a mudança não é apenas sobre economizar em imóveis. A empresa atualizou a infraestrutura, moveu os data centers para a nuvem e ficou com um modelo operacional mais resiliente para o futuro, o que foi possível graças à flexibilidade de não estar vinculada a um contrato de aluguel de longo prazo.

“Nossa equipe já estava cerca de 50% remota, com pessoas trabalhando com sucesso em toda a América do Norte”, diz Veening. “Nós agora abraçamos isso em toda a empresa.”

“No início, a equipe talvez não estivesse pronta para um escritório totalmente remoto, mas, gradualmente, percebemos que podíamos colaborar dessa maneira, fazer nosso trabalho e adicionar flexibilidade às nossas vidas ao mesmo tempo.”

— Harry Veening, Gerente Geral, Andar Software

Refinando as estratégias de engajamento

A próxima etapa para a Portfolio+ e a Andar Software é traduzir as culturas únicas e estilos operacionais de suas empresas em novos estilos de trabalho remotos.

“Acho que a pandemia tornou o ambiente de trabalho mais pessoal, exigindo que os líderes sejam emocionalmente inteligentes e compassivos em todas as interações com membros da equipe e clientes”, diz Cupples.

“Como estamos ajudando nossos filhos com os estudos ou apoiando nossas famílias durante esse período, não é um grande problema se uma criança ou animal de estimação aparecer na tela por acidente. Todos nós temos vidas fora do trabalho que estamos tentando equilibrar durante este momento incomum, e a experiência de trabalho remoto trouxe isso à tona. Cabe a nós, como líderes, apoiar e cuidar de nossa equipe.”

A Portfolio+ agora faz chamadas semanais, que oferecem a Cupples e sua equipe de liderança a oportunidade de conferir como está a equipe, ao mesmo tempo em que também são totalmente transparentes sobre o desempenho e a estratégia da empresa. Ela também conduz conversas casuais com todos os funcionários para verificar como eles estão lidando pessoalmente com a situação. Trata-se de uma parte fundamental da cultura de mentoria e coaching da empresa.

Agora, Cupples também está repensando suas necessidades de escritório e como elas incluem o trabalho híbrido. “Precisamos de espaços flexíveis, como uma sala para chamadas de vídeo onde possa haver dois ou três funcionários remotos e outros no escritório apresentando uma solução para um cliente”, disse Cupples. “Quando nossa equipe sair de seus home offices para se encontrar, eles não vão querer vir trabalhar em espaços pequenos e isolados. Precisamos de um ambiente colaborativo.”

Na Andar Software, Veening está trabalhando para encontrar o equilíbrio certo entre compromissos virtuais e presenciais. “Tradicionalmente, reunimos toda a empresa em Markham uma vez por ano, e os funcionários sempre ficam ansiosos para se reunirem pessoalmente. Esses momentos certamente serão importantes à medida que todos estiverem remotos, então estamos definindo a frequência com que reuniremos todos e quais pontos de contato fazem sentido.”

A Andar Software também incluiu alguns eventos virtuais de aproximação de equipes em sua rotina. “Nós nos encontramos para eventos virtuais e todos participam, tem sido uma ótima maneira de toda a empresa se reunir.”

O trabalho remoto oferece uma vantagem no recrutamento e manutenção de talentos

Ambas as empresas também foram capazes de usar suas novas políticas de trabalho remoto para pensar de forma um pouco diferente sobre estratégias de contratação de talentos. A Portfolio+ integrou vários novos funcionários em cidades fora de Toronto – algo que eles nunca teriam feito anteriormente.

“Ter a flexibilidade de se mudar para Halifax e trabalhar remotamente para a Andar é um sonho realizado. “

—Hilary German, Diretora de Marketing, Andar Software

Para a Andar Software, proporcionar aos funcionários alguma flexibilidade significa que eles podem ficar na empresa, independentemente de onde suas vidas pós-pandemia os levem. Hilary German, diretora de marketing da Andar, mudou recentemente para a casa de seus sonhos em Halifax, no Canadá.

“Toronto é uma cidade ótima, mas ser proprietária de uma casa lá estava fora do alcance. O trabalho remoto tem sido essencial em me ajudar a alcançar meus objetivos pessoais sem sacrificar minhas metas profissionais ou estar vinculada ao local do escritório. Ter a flexibilidade de me mudar para Halifax e trabalhar remotamente para a Andar é um sonho realizado”, disse German.

“A política de trabalho remoto é uma enorme vantagem competitiva para a empresa.”

À medida que o ritmo da corrida por talentos pós-pandemia aumenta, ter opções para contratar em vários mercados ou reter funcionários em diferentes fases de suas vidas poderá se revelar uma vantagem fundamental.

Rolar para o topo